4 de novembro de 2009

Isso acabou com o meu dia, mas fica para reflexão

Passando pela caixa de comentários do Blog do Uomini, deparo com estas palavras escritas neste post.


Olá Uomini, Me chamo Cláudio, tenho 73 anos, sou paulistano e sempre fui do tipo que comprou ilusões.

Nunca me privei da companhia de rapazes bem mais jovens, que sempre cobravam seu preço, ou de farras na Medieval (do tempo que ainda chamávamos de "Maria Augusta" a famosa rua) e nas boates que vieram depois. O que me sobrou? O que construí de real? Nada!


Se quero companhia, preciso ir até uma sauna e pagar (caro) para ouvir meia dúzia de mentiras. Os amigos, que não se foram por causa da "maldita", vivem a base de calmantes e igualmente sozinhos.


Sou de uma geração sem voz, mas se alguns de vocês quisessem um conselho eu diria: construam amizades sinceras, relacionamentos verdadeiros, valorizem o interior das pessoas e não se concentrem em superficialidade.


Se hoje eu fosse quarenta anos mais novo, faria tudo diferente. Bem diferente!


Cláudio | 02-11-2009 17:05:15


Sem comentários =/

2 deixaram seu recado:

Miguel Andrade 4 de novembro de 2009 16:39  

Pior que é um comentário óbvio e ululante! Não se aplica, claro, apenas a gays, mas a qualquer orientação sexual.

Diógenes de Souza 5 de novembro de 2009 00:10  

Pode soar clichê, mas o que ele diz é pura verdade! Eu tenho medo por muita gente que enxerga na superficialidade o seu futuro...

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO