11 de julho de 2008

ENCARCERADO

"Estou desaparecendo lentamente porém de maneira definida. Como o marinheiro que vê o litoral de sua terra natal desaparecer, vejo meu passado recuar. A chama de minha vida ainda arde, mas a maior parte está reduzida às cinzas da memória. A partir do dia em que assumi minha vida neste casulo, fiz duas breves viagens á medicina parisiense,para ouvir o veredicto dos luminares de medicina. Chorei um pouco quando passávamos pelo café da esquina onde costumava parar para comer algo. Choro discretamente, mas os profissionais referem-se a esse fato como "lacrimejamento".

Trecho do Livro - O Escafandro e a Borboleta

Jean-Dominique Bauby, ex-editor da revista Elle, sofreu um acidente vascular encefálico grave em 1995 que o deixou tetraplégico e sem conseguir falar. Em outras palavras, ficou no estado de encarceramento, no qual a consciência é preservada e a comunicação faz-se através de movimentos oculares ou palpebrais. Usando apenas a pálpebra esquerda, Jean-Dominique foi capaz de "ditar' um livro inteiro, letra por letra, no qual narra suas experiências com a síndrome do encarceramento.

Com base nessa premissa, o diretor Julian Schnabel (Antes do Anoitecer) conduz para as telas dos cinemas, o filme O Escafandro e a Borboleta (2007).

O longa não se apega aos elementos mais tristes dessa tragédia pessoal, não enfatiza os elementos capazes de arrancar lágrimas fáceis. Prefere a sobriedade e aposta na original decisão de colocar o público na pele do personagem. O Escafandro e a Borboleta sabe explorar as observações ácidas e a ironia inerente ao personagem central. Essa talvez seja a maior arma que o filme possui para fugir da armadilha perigosa da pieguice, para tratar esta condição especial do seu protagonista de um jeito tão tocante e leve. Dentre outras qualidades, é isto que o faz uma obra acima da média.

O filme conquistou o Prêmio de Diretor no Festival de Cannes 2007 e também o Globo de Ouro 2008 de Melhor Diretor e Melhor Filme Estrangeiro (França)

Uma curiosidade: Antes de Mathieu Amalric ser contratado para interpretar Bauby, os produtores convidaram Johnny Depp, que não pôde aceitar por ainda estar comprometido com as filmagens de Piratas do Caribe 3.


1 deixaram seu recado:

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO