9 de junho de 2008

UMA NOTA DISSONANTE

A São Paulo de hoje consolidou-se como um oceano turbulento de desperdício e contradição, onde com sua grande vitalidade enfrenta, como nunca antes, o desafio de problemas de desorganização político-social.

Segundo estimativas das Nações Unidas, São Paulo empata virtualmente com a Cidade do México e Bombaim no segundo lugar entre as cidades gigantes do mundo, embora ainda longe de Tóquio com seus 26 milhões de habitantes.

A desorganização política da Grande São Paulo toma corpo nos 39 municípios que se espalham sobre cerca de 8.000 km2. No centro da metrópole está o gigante município de São Paulo, onde se aglomeram 11 milhões de habitantes. Ela é a capital do Estado mais rico do país, que abrange uma das mais importantes regiões agrícolas do mundo, além de ser o berço artístico-cultural da nação.

Nas últimas décadas, São Paulo conseguiu atingir excelência em finanças, comunicações de massa, engenharia, medicina, indústria, marketing e moda. Mas tal excelência está sendo minada por desmoralizantes episódios de corrupção, rebelião em presídios, falência da educação pública, roubos de cargas transportadas em caminhões, assaltos e homicídios nos sinais de trânsito. Enquanto o povo exige Justiça, têm crescido os problemas de escala e as pressões sobre as frágeis instituições políticas.

Em contrapartida, quem caminha pelas ruas de São Paulo, percebe todos os contrastes possíveis de uma metrópole. Estas diferenças a transformam na "Manhattam" brasileira, no charme e simpatia que raras megalópoles conseguem transmitir: o dom de seduzir todos que cruzam seu caminho. A quinta metrópole do planeta desconcerta e surpreende, pois a modernidade não abandona a tradição. A arte é a essência de São Paulo. Impossível desassociar uma coisa da outra. A capital paulista abriga mais de 60 museus, o que a torna um dos núcleos mundiais da arte, dona de um acervo de obras-primas únicas, produzidas por grandes mestres da pintura, escultura, fotografia e todas as tendências que se pode imaginar e sonhar.

Destaques para o Museu de Arte Moderna, o MAM, que possui arquitetura assinada por Oscar Niemeyer, a Pinacoteca do Estado, instalada em edifício projetado por Ramos de Azevedo, em tijolo aparente, o Museu do Ipiranga, que abriga o famoso quadro "O grito do Ipiranga", o Museu de Arte Sacra, o Lasar Segall, a Fundação Maria Luiza e Oscar Americano, o Museu da Imagem e do Som – MIS e o cartão-postal de São Paulo, o Museu de Arte de São Paulo, o MASP.

São Paulo também recebe inúmeros espetáculos de música, dança e teatro, sem falar na Bienal Internacional de Artes e das mostras de cinema. Por tudo isso é que São Paulo é considerada a capital cultural da América Latina.

Outro ponto e questionamento importante sobre esta selva de pedra: qual é a cara do paulistano? Qual a sua identidade? A própria história responde por meio da vida de cada indivíduo que ajudou a construir o dia-a-dia da cidade mais importante da América Latina.

No início da imigração, homens e mulheres de mais de 60 países se estabeleceram em São Paulo, em busca de oportunidades e encontraram uma cidade de braços abertos.

Hoje São Paulo é uma cidade cosmopolita. É a terceira maior cidade italiana do mundo, a maior cidade japonesa fora do Japão, a terceira maior cidade libanesa fora do Líbano, a maior cidade portuguesa fora de Portugal e a maior cidade espanhola longe da Espanha.

A mistura de raças, etnias e culturas moldaram e transformaram a vida cultural, social e econômica de São Paulo. A característica de recepcionar bem os visitantes e recebê-los de braços abertos, é uma marca paulistana. Por isso não é de se estranhar o fato de quem nos visita estar sempre voltando para matar a saudade e todos acreditam que um dia a cidade oferecerá a sua oportunidade particular.

São Paulo é um pequeno país muito rico e, ao mesmo tempo, um grande país muito pobre. Essa proximidade tem as conotações sutis de um "muro de Berlim" sociológico, que ao ultrapassá-lo, por sagacidade ou sorte, pode-se chegar lá.

Rubens Gomes de Oliveira

2 deixaram seu recado:

MMA 17 de junho de 2008 11:09  

Adoro este texto seu! :)

Mogli 18 de junho de 2008 00:29  

Adorei também!
Acho que vouter que entrar na onda e postar sobre sampa também.
Abs

Postar um comentário

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO